As Divas do Cinema

Para celebrar o Dia Internacional das Mulheres, fizemos uma fez uma seleção das atrizes que fizeram história e marcaram o cinema mundial no século XX.


Marilyn Monroe
Mesmo 50 anos depois de sua morte, o brilho da atriz americana permanece. Protagonista das cenas mais clássicas do cinema em “O Pecado Mora ao Lado” (1955), Marilyn Monroe personificou o glamour de Hollywood com incomparável brilho e energia que encantam o mundo até hoje. Apesar de sua morte prematura, aos 36 anos, Monroe colecionou três casamentos, diversos romances, vários filmes e se considerava um fracasso como mulher. O maior símbolo sexual do século XX e um ícone popular, a atriz foi a primeira mulher a posar nua para a revista masculina Playboy, estampando a sua primeira edição. Recentemente teve sua vida retratada no filme “Minha Semana com Marilyn”.


Sophia Loren
A atriz italiana, que iniciou carreira na década de 50, e é a estrela do cinema europeu. Vencedora do Oscar de 1962 pelo filme “Duas Mulheres” de Vottorio de Sica, Sophia só teve a sua renomada carreira reconhecida pelo cinema americano na década de 90, onde recebeu da Academia o Oscar especial pelo conjunto de sua obra. Sophia Loren é considerada uma das atrizes mais amadas e exuberantes da história do cinema, com uma carreira de mais de 50 anos. A mulher Sophia, que competiu nos anos 60 com Marilyn Monroe e Jane Fonda, foi considerada em 1999 pela revista People a mulher mais bela, sensual e talentosa dos últimos tempos. Ainda atuante como atriz, participou do filme-musical “Nine” em 2009, onde interpretou Mamma.


Grace Kelly
Apesar do pouco tempo que teve de carreira na frente das câmeras, Grace Kelly é considerada uma das maiores lendas do cinema pelo “American Film Institute” e uma referência em moda. Indicada duas vezes ao Oscar e vencedora na categoria Melhor Atriz pelo filme “Amar é Sofrer” (1954), Grace Kelly abandonou a carreira artística para casar-se com Rainier III, o príncipe soberano de Mônaco, que conheceu em 1955 no Festival de Cannes. Princesa Grace de Mônaco teve a sua vida interrompida em 1982, por um trágico acidente de carro, na estrada onde, décadas antes, gravou cenas para o filme “Ladrão de Casaca” (1955).


Greta Garbo
Com seu talento e aura de mistério, a atriz sueca tornou-se uma das mulheres mais fascinantes do século passado, sendo eleita pelo Instituto Americano de Cinema como a quinta maior lenda da história da sétima arte. Apesar de sua carreira meteórica, Greta era solitária e reservada, e só concedeu quatorze entrevistas durante toda a vida. Pouco se soube e muito se especulou sobre a atriz, incluindo mistérios sobre sua relação com os Aliados da Segunda Guerra Mundial. Uma das citações mais memoráveis sobre ela é a de que “Greta é como a Mona Lisa – uma das grandes coisas da vida. E tão distante quanto”.


Audrey Hepburn
Famosa pela atuação no filme “Bonequinha de Luxo” (1961), Audrey Hepburn tornou-se um dos poucos artistas a conseguir ganhar as maiores honras de cada arte hollywoodiana: Tony (teatro), Oscar (cinema), Grammy (música) e Emmy (televisão). Escolhida a atriz mais bonita da história do cinema de Hollywood em uma pesquisa feita na Inglaterra em 2009, Audrey foi e ainda é uma inspiração no mundo cinematográfico e também no mundo da moda, onde imortalizou o “little black dress” (o pretinho básico).


Elizabeth Taylor
A atriz inglesa iniciou sua carreira aos 10 anos, década de 40, com o filme “There’s One Born Every Minute” (1942). Famosa por sua beleza, pela cor dos olhos, pela amizade verdadeira e pelos muitos casamentos e divórcios e pela compulsividade de colecionar jóias, Liz também foi reconhecida pelos inúmeros personagens que renderam prêmios e indicações. Famosa pelos filmes “Butterfield 8″(1960, “Cleópatra” (1963) e Who’s Afraid of Virginia Woolf? (1966), Elizabeth atuou por quase 49 anos, se “aposentando” em 2003, devido aos seguidos problemas de saúde, a atriz teve outro papel importante na vida: a ajuda constante para as vítimas da AIDS.


Katharine Hepburn
Importante atriz americana que atuou no cinema, na televisão e no teatro, e hoje é reconhecida como sendo um símbolo feminista e permanece uma das mais famosas estrelas de cinema de sempre. Considerada ‘veneno de bilheteira’ ) por atuar em filmes rejeitados pelo público na época – mas alguns hoje são cultuados clássicos – como exemplo: Bringing Up Baby (Levada da Breca). Nos anos 1930, fez 15 filmes, grande parte deles fracassos de bilheteria. Considerada uma lenda, Katharine Hepburn ganhou quatro de Óscares como melhor atriz, sendo este o maior número da história do evento. Possui ainda um dos maiores números de indicações para o prêmio na categoria para melhor atriz, 12, sendo que Kate só teve indicações como atriz principal.

TAGS: , , , , , , , ,

0 Comentários



Seja o primeiro a comentar!

Deixe um Comentário